Polícia Militar/Divulgação
Polícia Militar/Divulgação

Polícia prende homem que roubou carro durante saída temporária de Natal

Criminoso confessou o crime e disse que venderia o veículo por R$ 2 mil

O Estado de S.Paulo

28 Dezembro 2017 | 02h44

SÃO PAULO - A Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira, 27, na zona leste de São Paulo, um homem que havia roubado um carro no Natal e estava em liberdade devido a saída temporária da data festiva. O criminoso confessou o roubo e disse que venderia o veículo no bairro de Itaim Paulista.

++ Deputada Maria do Rosário tem o carro roubado em Porto Alegre

Os agentes encontraram o carro, do modelo Pálio, depois de realizar patrulhamento com base nas características e placas do automóvel. Ao avistá-lo, a polícia deu sinal de parada, mas o condutor fugiu e foi alcançado após breve perseguição.

O homem foi abordado com R$ 30 e confessou o crime, informando que venderia o carro por R$ 2 mil. Ele foi conduzido para o 63º Distrito Policial (Vila Jacuí), e o carro foi devolvido para o proprietário.

++ Suspeito de roubo de carro é morto pela PM na região da avenida Paulista

Outro caso. Ainda nesta quarta-feira, a PM prendeu um homem em São Mateus, também na zona leste da cidade, que tinha roubado um Saveiro VW. O assaltante tentou fugir, mas foi alcançado. Com ele, os policiais encontraram R$ 550 roubados.

O homem negou o crime, mas foi reconhecido pela vítima. A ocorrência foi registrada no 49º Distrito Policial (São Mateus).

Mande sua notícia - Quais problemas você enfrenta no trânsito e no caminho para o trabalho? O metrô parou? Viu uma manifestação na cidade? Presenciou um acidente ou algo inusitado? Fotografou ou filmou um fato e quer compartilhar? Os usuários de WhatsApp podem agora usar o aplicativo para colaborar com o Estado. Envie vídeos, fotos ou apenas o seu relato ou ideia de pauta pelo número (11) 9-7069-8639. Suas sugestões serão apuradas por um repórter e podem ajudar as pessoas. Participe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.