1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Polícia localiza clínica clandestina usada para tratar bandidos feridos

- Atualizado: 12 Fevereiro 2016 | 23h 36

Local funcionava dentro da favela de Paraisópolis; segundo delegado, abortos também eram realizados na clínica

Detidos na clínica clandestina

Detidos na clínica clandestina

SÃO PAULO - Policiais civis localizaram uma clínica clandestina que era usada para que bandidos feridos em confronto fossem medicados. O lugar funcionava dentro da favela de Paraisópolis, em São Paulo. Cinco suspeitos foram presos.

Segundo o diretor do Decap - departamento responsável pelas 93 delegacias da capital -, Ismael Rodrigues, foi para lá que André da Silva Alves, de 20 anos, foi levado após ser baleado durante uma troca de tiros com um investigador, na manhã desta sexta-feira, 12, no Campo Limpo, na zona sul. 

O suspeito e outro comparsa tentaram roubar um homem na saída de um banco, mas foram surpreendidos pelo policial, que carregava a filha de um ano no colo. A criança foi baleada, mas está fora de perigo. 

Alves foi atingido e levado para a clínica clandestina. Lá, recebeu os primeiros socorros e foi levado a um hospital da região, onde acabou preso.

"Encontramos muito material usado no atendimento médico de uma emergência. Uma mulher que fazia abortos no local escapou", contou o delegado Rodrigues. 

Mais de 100 policiais estiveram na favela em mais uma operação para reprimir a ação de bandidos que se escondem na região depois de cometer crimes no Morumbi. 

No local, eram feitos os atendimentos de primeiros-socorros de criminosos

No local, eram feitos os atendimentos de primeiros-socorros de criminosos

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX