1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Polícia investiga 30 grupos de molestadores que atuam no Metrô e na CPTM

O Estado de S. Paulo

19 Março 2014 | 16h 44

Objetivo é levantar informações de quem são as pessoas que abusam de mulheres no sistema viário e com quem elas se relacionam

A Polícia Civil de São Paulo está investigando 30 grupos de molestadores que atuam no Metrô e na Companhia Paulista de Transporte Metropolitano (CPTM). Eles têm páginas no Facebook e em outras mídias sociais nas quais estimulam atos obscenos em mulheres no sistema metroviário.

A Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom) e a unidade de inteligência do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade) querem levantar informações de quem são as pessoas e com quem elas se relacionam.

Três homens foram detidos desde segunda-feira, um acusado de estupro depois de molestar uma passageira que viajava em um trem da Linha 7-Rubi da CPTM e os outros dois por importunação ofensiva ao pudor na Estação Sé do Metrô.

Na tarde desta quarta-feira, policiais foram à casa do homem que filmava as partes íntimas de mulheres na Estação da Sé para apreender o seu computador.

Ocorrências. A Delpom já contabiliza 17 casos semelhantes apenas neste ano - um registrado como estupro e os demais como importunação ofensiva.