1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Polícia acha corpo de menino desaparecido em São Sebastião

- Atualizado: 21 Fevereiro 2016 | 19h 32

Leonardo de Jesus, de 6 anos, foi encontrado em terreno baldio com ferimentos na cabeça, provavelmente causados por golpes de pau; polícia desconfia que suposto assassino seja ligado à criança

SOROCABA – A Polícia Militar encontrou num terreno baldio, neste sábado (20), o corpo de um menino de seis anos que estava desaparecido desde a última quinta-feira, 18, em Juquehy, um dos mais badalados balneários de São Sebastião, litoral norte do Estado de São Paulo. O menino, Leonardo de Jesus, saiu de casa para andar de bicicleta e não foi mais visto. Familiares e vizinhos divulgaram cartazes com a foto da criança e internautas se mobilizaram pelas redes sociais.

O pai de Leonardo disse que viu o filho pela última vez andando de bicicleta em frente à casa, na rua Simeão Faustino. No fim da tarde de quinta, quando saiu para chamá-lo, não o encontrou. Testemunhas disseram terem visto o menino conversando com um homem magro, de bermuda e sem camiseta, na avenida Mãe Bernarda, próximo da praia.

Os policiais chegaram ao terreno baldio durante as buscas, que incluíram algumas praias da região. O corpo estava caído ao lado da bicicleta, numa área de mato no fim da rua em que a família da criança reside. De acordo com os policiais, Leonardo tinha ferimentos na cabeça, causados provavelmente por golpes de pau. A Polícia Científica fez perícia no local.

Corpo do garoto foi encontrado em terreno baldio do balneário de Juquehy
Corpo do garoto foi encontrado em terreno baldio do balneário de Juquehy

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil acredita que o suposto assassino pode ser alguém ligado à criança, mas aguarda o laudo com a causa da morte para dar sequência às investigações.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX