PMs são presos por espancamento em boate

Um capitão e um cabo da PM do Rio foram presos após a participação em um espancamento de um rapaz desarmado em uma boate, na Ilha do Governador. O oficial pode ser indiciado por tentativa de homicídio, pois as câmeras de segurança flagraram a participação dele na surra. As imagens mostram uma discussão; em seguida, Rorion de Moraes, de 28 anos, leva um soco e cai no chão. Ele é cercado e espancado com chutes por sete homens, mesmo já desacordado. Ele levou 16 pontos na cabeça e perdeu seis dentes.

O Estado de S.Paulo

13 Dezembro 2011 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.