PM apreende 500 quilos de palmito prontos para a venda

Produto irregular estava pronto para ser comercializado; 20 mil rótulos estampavam prazo de validade para 2012

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

24 Abril 2010 | 05h08

SÃO PAULO - Policiais militares estouraram, na noite de sexta-feira, 23, em Juquitiba, região metropolitana de São Paulo, uma residência usada por criminosos para o preparo clandestino de palmito in natura. Duas pessoas foram presas.

No local, foram apreendidos cerca de 500 quilos de palmito já acondicionados em vidros rotulados, ou seja, pronto para comercialização, e uma caixa contendo mais de 20 mil rótulos que também seriam utilizados. Neles, o prazo de validade era de 2012.

A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Itapecerica, onde assinou um termo circunstanciado e foi liberada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.