1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Planetário do Ibirapuera vai liberar senhas uma hora antes

- Atualizado: 03 Fevereiro 2016 | 23h 09

Prefeitura divulgou novos procedimentos de distribuição de entradas e reclassificou idade mínima para assistir às apresentações

SÃO PAULO - O Planetário do Ibirapuera, reinaugurado em 24 de janeiro, reclassificou a faixa etária das sessões para um mínimo de cinco anos e determinou que as senhas para assistir às apresentações sejam distribuídas com uma hora de antecedência.

No dia da inauguração, a distribuição de ingressos, feita com meia hora de antecedência, deixou muita gente que aguardava na fila sem entrada. Com a mudança, a expectativa da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente é que as pessoas não tenham de aguardar tanto tempo para saber se conseguem ingresso.

SP 462: Planetário do Parque do Ibirapuera é reaberto para o aniversário da cidade
ALEX SILVA/ESTADAO
SP 462: Planetário do Parque do Ibirapuera é reaberto para o aniversário da cidade

Planetário Professor Aristóteles Orsini, conhecido como Planetário do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, que foi reinaugurado neste domingo (24). A Prefeitura de São Paulo fechou o espaço para obras em 2013

Quanto à idade, nas sessões escolares eram recebidas apenas crianças com idade superior a sete anos. Agora, a nova classificação permite que crianças com cinco anos participem das atividades.

Para o público geral, o planetário oferece sessões gratuitas, às 10h, 12h, 15h e 17h, de terça a domingo nos meses de férias (janeiro, fevereiro, julho e dezembro). Nos meses letivos, o atendimento será nos fins de semana e feriados, nos mesmos horários.

Já as sessões escolares ocorrem nos meses letivos (março, abril, maio, junho, agosto, setembro, outubro e novembro), de terça a sexta, nos seguintes horários: às 9h, 10h30, 14h e 15h30. É necessário fazer o agendamento pelo telefone 5575-5206 (dias úteis e no horário comercial) ou pelo e-mail  agendamentoescolarplanetarioibirapuera@prefeitura.sp.gov.br.

Patrimônio. Inaugurado em 1957 e tombado pelos órgãos de defesa do patrimônio histórico do Estado e da Prefeitura, o planetário do Ibirapuera estava desativado desde 2013, quando uma centelha de raio atingiu a rede elétrica. Ele é considerado o primeiro planetário do País.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX