Werther Santana
Werther Santana

‘Piscinão da Zona Leste’ tem até areia de praia

Praia artificial será inaugurada sábado no Tatuapé e vai abrir de terça a domingo até 7 de fevereiro

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

21 Dezembro 2012 | 22h34

A partir de sábado vai ser possível curtir as férias no mar sem sair de São Paulo. A Prefeitura montou uma praia artificial – com areia, guarda-sol e tudo – em plena zona leste da capital. A região chega a registrar temperatura 14ºC mais quente em comparação com o restante da cidade, segundo estudo recente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A Prainha Paulistana, como foi batizada, está instalada no Parque Esportivo dos Trabalhadores (PET) – conhecido como antigo Ceret–, na Rua Canuto de Abreu, no Tatuapé, perto do Shopping Anália Franco. O "piscinão da zona leste" ficará aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, até 7 de fevereiro. Atividades esportivas e recreativas funcionarão só nos dias úteis.

De acordo com a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, o local foi escolhido por ter a maior piscina pública de São Paulo, com 100 metros de comprimento por 50 metros de largura. Além da areia da praia, foram montados brinquedos aquáticos infláveis e o local terá aulas gratuitas de surfe, mergulho, hidroginástica e biribol para crianças e adultos. Mesas e cadeiras estarão disponíveis, além dos guarda-sóis. A Prefeitura garante a presença de monitores e salva-vidas.

Brinquedos e exame. Um dos brinquedos aquáticos de destaque é o Saturn, uma boia gigante e redonda que gira 360º com o movimento do corpo. A gangorra Totter Max e o escorregador Iceberg, que desliza direto para a água, prometem ser disputados.

Qualquer pessoa com altura superior a 1,20 metro pode também praticar o esporte do momento: o stand-up paddle, que consiste em ficar de pé sobre uma prancha e remar.

Para participar das atividades, no entanto, é preciso fazer uma carteirinha. Gratuita, está disponível na administração do clube. Basta levar cópia do documento de identidade, comprovante de residência, duas fotos 3x4 e um atestado médico válido.

Quem não tiver exame médico em dia poderá realizá-lo no próprio clube em três dias: às quartas-feiras, das 14h às 19h; aos sábados, das 7h às 17h; aos domingos, das 7h às 12h.

De praia a parque. Em alguns eventos, como a Virada Esportiva, a Prefeitura cria praias relâmpagos em alguns pontos da cidade. Em maio de 2008, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) já havia prometido criar a primeira praia artificial permanente da capital, no Parque 9 de Julho, na beira da Represa do Guarapiranga, na região sul de São Paulo.

A promessa era investir R$ 30 milhões: seria inspirada no Parque Ambiental da Praia de Ramos – popularmente chamado de "piscinão de Ramos" –, na zona norte do Rio. Cogitou-se até trazer "areia típica do litoral paulista". Três anos depois, porém, o conceito do Parque 9 de Julho mudou para "local de contemplação com áreas para a prática de esportes na grama e academias para idosos". E não mais "praia artificial". Foram gastos R$ 4 milhões em playgrounds, grama, áreas para caminhada e ciclovia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.