PF prende três suspeitos de distribuir pornografia infantil em SP

Operação Proteção Integral 2, deflagrada neta terça, cumpriu cinco mandados de busca e apreensão na capital e São Bernardo do Campo

O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2016 | 12h55

SÃO PAULO - A Polícia Federal prendeu três pessoas em flagrante por posse de material pornográfico de menores de idade em São Paulo, durante operação deflagrada nesta terça-feira, 13. Batizada de Proteção Integral 2, ação é de combate à distribuição internacional de pornografia infantojuvenil na internet.

Duas pessoas foram presas na capital e uma, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Segundo a PF, os policiais encontraram pornografia no computador dos suspeitos, ao cumprir cinco mandados de busca e apreensão nas cidades. A operação reuniu 25 policiais. 

A PF afirma que conseguiu identificar suspeitos de disponibilizar arquivos de imagens e vídeos de menores e rastreou os locais de acesso. Outras pessoas foram identificadas no exterior, segundo a PF, com ajuda da polícia da Suíça e também do FBI.

As buscas na casa dos suspeitos para apreensão de computadores e outros locais de armazenamento foi autorizada pela Justiça Federal, afirma a PF. "O crime de compartilhamento de imagens contendo pornografia infantil está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e tem pena de até 6 anos de prisão", diz, em nota.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.