Reuters
Reuters

PF prende suspeito de usar rede social para abusar de 30 menores de idade

Morador da Grande SP, homem de 27 anos se passava por fotógrafo profissional para abordar vítimas, que tinham entre 7 e 17

O Estado de S.Paulo

06 Julho 2017 | 09h20

SÃO PAULO - Um homem suspeito de abusar sexualmente de ao menos 30 menores de idade foi preso na manhã desta quinta-feira, 6, pela Polícia Federal. Morador da Grande São Paulo, ele teria se passado por fotógrafo profissional para aliciar crianças e adolescentes entre 7 e 17 anos no Facebook.

Segundo a PF, o suspeito selecionava as vítimas após analisar seus perfis na internet. Ele, então, aproximava-se das crianças e dos adolescentes e pedia que enviassem fotos nuas. Caso se recusassem, ele dizia às vítimas para conversarem com clientes que ele agenciava. Os perfis indicados eram, contudo, falsos e gerenciados pelo próprio homem.

Ainda de acordo com a PF, após receber a primeira foto nua, o investigado passava a ameaçar a vítima, dizendo que publicarias as imagens e pedia o envio de novas. Em um dos casos, uma garota de 16 anos foi obrigada a fotografar e a manipular os órgãos genitais do irmão de 3 anos.

O inquérito policial foi instaurado há duas semanas, após uma cooperação policial com os Estados Unidos detectar um fluxo de material pornográfico de menores de idade. O preso será indiciado na 6ª Vara da Justiça Federal de Guarulhos, respondendo pelos crimes de estupro de vulneráveis, além de produção, posse e divulgação de arquivos de abuso sexual de menores, cujas penas somadas variam entre 17 e 36 anos de prisão.

Mais conteúdo sobre:
Pedofilia Polícia Federal Pedofilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.