Divulgação
Divulgação

Parque do Chuvisco deve ser reaberto em janeiro de 2016

Área de lazer no bairro do Campo Belo terá quiosques, quadras poliesportivas, pista de caminhada, local para escalada e pomar

O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2015 | 10h00

A região do Campo Belo, na zona sul de São Paulo, deve ganhar em dois anos uma nova área de lazer. O Parque do Chuvisco, projetado para ocupar cerca de três quarteirões da Avenida Roberto Marinho, tem previsão de abertura para janeiro de 2016.

As obras do parque de 35.000 m² foram retomadas em novembro de 2014. Segundo a Secretaria de Obras da Prefeitura de São Paulo, responsável pelo empreendimento, o projeto do parque está em fase final de readequação. O Executivo está investindo R$ 15.259.659,05 no local.

“Após o término da revitalização o Parque do Chuvisco contará com quiosques, quadras de bocha e poliesportivas, playground aquático e convencional, equipamentos para a 3ª idade, pista de caminhada, áreas para escalada e pomar, entre outros”, afirma a SPObras.

Faz parte do projeto ainda a construção de um Núcleo de Educação Ambiental, um galpão multiuso, onde se pretende desenvolver atividades complementares. Nele, haverá aulas expositivas e oficinas de jardinagem e educação ambiental.

O parque vai ocupar a área do antigo Clube do Chuvisco, que era usado exclusivamente por funcionários da extinta companhia aérea Varig, além de terrenos no entorno, como a Praça Durval Pereira. A entrada principal será feita pela Rua Ipiranga, via paralela à Avenida Jornalista Roberto Marinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.