Operação da Polícia Civil prende 126 no interior de SP

Objetivo era combater tráfico de drogas, porte ilegal de armas, comércio ilegal de peças automotivas e jogos de azar em 89 municípios do Estado

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

29 Abril 2010 | 14h21

SÃO PAULO - A Polícia Civil de São Paulo prendeu 126 pessoas na quarta-feira, 28, durante a Operação Tiradentes, cujo objetivo era combater o tráfico de drogas, o porte ilegal de armas, o comércio ilegal de peças automotivas e os jogos de azar, nos 89 municípios sob jurisdição do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter 4 - Bauru).

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, 529 policiais em 198 viaturas cumpriram 195 mandados de busca e apreensão nos municípios da região de Bauru. Ao todo, foram lavrados 12 autos de prisão em flagrante e elaborados 115 boletins de ocorrência e termos circunstanciados.

 

Entre os alvos da Operação Tiradentes - denominação que visa homenagear o patrono da Polícia Civil - estavam os desmanches de veículos. Com a iniciativa, a polícia espera combater o comércio ilegal de peças na região. "A importância da operação está no combate aos índices criminais, inclusive no furto e roubo de veículos", explica o delegado Licurgo Nunes Costa, diretor do Deinter 4.

 

Dos 31 desmanches vistoriados, dois foram lacrados. Várias peças, como câmbios automotivos e tanques de motocicletas, além 21 veículos, foram apreendidos pelos policiais. No que se refere ao combate à pirataria, foram apreendidos mais de 8 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai, além de 5.480 CDs e DVDs. Também foram apreendidas cinco armas de fogo.

 

Ainda segundo a secretaria, das 126 pessoas detidas, 49 foram presas por meio de mandado criminal e 62 administrativos. Os policiais autuaram 15 pessoas em flagrante e apreenderam dez menores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.