Ônibus e caminhão são queimados na zona leste de São Paulo

Protesto começou após PM balear um suposto assaltante; vítima foi hospitalizada

O Estado de S. Paulo,

06 Abril 2014 | 17h46

Dois ônibus foram queimados e um caminhão parcialmente incendiado em um protesto na Avenida Arquiteto Vilanova Artigas, em Sapopemba, na zona leste da capital paulista, por volta das 16 horas. Segundo a Polícia Militar (PM), o protesto começou após policiais balearem um homem que dirigia uma moto supostamente roubada. A ocorrência foi atendida pela 4ª cia do 38º batalhão da PM.

O tiroteio teria começado depois que uma viatura da PM abordou o condutor de uma motocicleta roubada, com placa de Santo André, região metropolitana de São Paulo. O condutor teria atirado contra os policiais, que revidaram e o atingiram. Enquanto os policiais esperavam socorro médico para a vítima, várias pessoas da região os cercaram e começaram a atirar pedras. Os policias tiveram que sair do local até que reforço o chegasse.

A polícia usaou bombas de gás e efeito moral para dispersar as pessoas que incendiavam os veículos. O homem baleado foi levado para o Pronto Socorro de São Mateus por moradores da vizinhança, segundo a PM. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do baleado.

Não há registros de mais feridos. O fogo já foi extinto, segundo o  Corpo de Bombeiros, que enviou três viaturas ao local.

Atualizado às 19h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.