Oito são presos em operação contra a venda de falsos atestados

Polícia Civil realizou ação em São Paulo para reduzir faltas no trabalho, principalmente de funcionários públicos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

25 Novembro 2009 | 15h39

A Polícia Civil já prendeu oito pessoas e apreendeu 170 atestados falsos na "Operação Atestado 4" que realiza nesta quarta-feira, 25. A proposta da ação é combater a venda dos documentos médicos em São Paulo e diminuir as faltas no trabalho, principalmente no serviço público.

 

Os setores de inteligência do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC) e da Corregedoria Geral da Administração (CGA) trabalharam durante sete dias para realizar hoje as prisões de pessoas envolvidas na venda dos documentos falsos. A operação, que contou com 39 policiais civis e 12 viaturas, foi encerrada às 14 horas.

Mais conteúdo sobre:
atestados medicos policia falsificacao SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.