Oito morrem em Osasco após ataques de origem desconhecida

PM chegou a divulgar que vítimas seriam torcedores do Palmeiras, mas corrigiu a informação

Felipe Tau e Ricardo Valota - estadão.com.br,

12 Julho 2012 | 09h36

atualizada às 10h59

Subiu para oito o número de mortos em seis ataques com arma de fogo ocorridos em Osasco, na Grande São Paulo, na madrugada desta quinta-feira, 12. Outras nove pessoas feridas foram encaminhadas a três hospitais municipais da cidade, mas a situação de cada um não foi informada pela Secretaria Municipal de Saúde. 

Inicialmente, a Polícia Militar informou que as vítimas de ataques eram torcedores do Palmeiras, que estariam comemorando o título do time na Copa do Brasil, conquistado na noite de quarta-feira. Pela manhã a corporação divulgou  nota corrigindo a informação, informando que "em nenhuma das ocorrências havia torcedores do Palmeiras".

Ainda de acordo com a PM, "os criminosos aproveitaram o horário (do jogo), em que se dava a salva de fogos, para 'disfarçar' o estampido dos disparos de suas armas."

A Polícia Civil, responsável pelas investigações, adotará outras linhas de investigação, informou o comunicado, tendo como ponto de partida o fato de que o local das ocorrências - Jardim Mutinga, Jardim Baronesa e Jardim Munhoz Júnior, na zona norte de Osasco, são pontos de tráfico de drogas.

Visualizar Violência em Osasco em um mapa maior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.