1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Obras da Linha 6 vão alterar tráfego no Pacaembu por 3 anos

- Atualizado: 19 Janeiro 2016 | 07h 17

Rua Itápolis terá trecho bloqueado e a Des. Paulo Passalaqua manterá trecho com sentido alterado, passando a ser de mão dupla

Intervenção. Trânsito já foi alterado, para a construção da Estação Angélica-Pacaembu

Intervenção. Trânsito já foi alterado, para a construção da Estação Angélica-Pacaembu

As obras da Linha 6-Laranja do Metrô (São Joaquim-Brasilândia) vão alterar o tráfego no bairro do Pacaembu, zona oeste da capital, pelo menos pelos próximos três anos. A Rua Itápolis terá trecho bloqueado e a Rua Desembargador Paulo Passalaqua manterá trecho com sentido alterado, passando a ser uma via de mão dupla. As alterações começaram na tarde de domingo, para a Estação Angélica-Pacaembu. 

Os motoristas que vêm da Avenida Doutor Arnaldo e do túnel da Avenida Rebouças, com acesso à Rua Itápolis, e precisam chegar à Avenida Pacaembu, devem virar na Praça Fagundes Vilela. Lá, buscarão a Desembargador Paulo Passalaque, que passará a ter sentido duplo até a Avenida Arnolfo de Azevedo. 

Neste trecho, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai desativar, enquanto a interdição existir, as vagas de estacionamento naquele trecho. Como ali também há vagas de estacionamento para ônibus fretados, esses veículos terão o ponto de parada transferido para o bolsão de estacionamento da Praça Charles Miller. 

Entre as Ruas Álvares Penteado e Capivari, a Rua Itápolis também passará de sentido único para duplo e perderá as vagas de estacionamento. A CET informou que fará monitoramento do trânsito da região e a prioridade é a segurança. 

2020. A Linha 6 é construída por meio de uma parceria público-privada (PPP) e tem inauguração prevista para 2020. O Consórcio Move São Paulo, responsável pela obra, é composto pelas construtoras Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC Engenharia e por um fundo de investimentos. A obra é orçada em R$ 9,6 bilhões.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX