O papel do ladrão na luta contra o crime

Virou piada no submundo do crime a desastrada tentativa de golpe do falso sequestro que um malandro carioca tentou aplicar em José Alencar, sem saber que estava falando pelo celular da cadeia com o vice-presidente da República. As tratativas sobre o resgate da filha do homem já iam longe quando, ao cair da ficha de identificação da vítima do trote, a ligação foi abortada pelo bandido, subitamente assustado com a ousadia involuntária de sua ação. "Tenta o Lula pra ver se cola!" - caçoam, desde então, seus vizinhos de cela.

, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2010 | 00h00

Marca registrada disso que chamam de "organizado" em matéria de crime no Brasil, a lambança das grandes facções fora-da-lei do País já faz fama lá fora. Esta semana, dois dos nossos melhores pistoleiros atravessaram a fronteira com o Paraguai para atentar contra a vida de um político local. Quarenta tiros a queima-roupa depois, foram presos, enquanto o parlamentar-alvo do ataque, hospitalizado com bala no braço, agradecia na TV "a Deus e à Virgem" pela falta de pontaria.

Se o crime fosse verdadeiramente organizado, estaria agora mesmo discutindo sua performance no noticiário dos últimos dias. Desse jeito, a polícia vai acabar se dando conta de que, para vencer esta guerra, basta não concorrer em trapalhada com o adversário.

Que rei sou eu?

João Gilberto está chateado! Justo agora que começava a gostar de seu falso perfil no Facebook, a imprensa resolveu estragar a brincadeira com essa mania de querer contar a verdade. Como se tudo na vida do artista baiano já não parecesse mesmo mentira.

Tem noiva que é cega

O cantor Paulo Ricardo (ex-RPM) marcou casamento para novembro de 2011. Isso quer dizer o seguinte: coitada da moça, né não?

Efeito Temporão

O Superior Tribunal de Justiça entrou na guerra contra a hipertensão ao derrubar ontem a patente do Viagra. A partir de 20 de junho, quando o genérico do medicamento para disfunção erétil chegar às farmácias, ficará mais fácil saciar a pressão alta cinco vezes por semana, como recomenda o ministro da Saúde.

Pinto no lixo

A cada contratempo que enfrenta no Rio - engarrafamentos, vestiários imundos e, agora, frente fria -, Muricy Ramalho fica mais bem humorado ainda no Fluminense. Desde a visita de Bill Clinton à Mangueira o carioca não via nada igual.

Inferno astral

Ainda que isso não sirva de consolo pra ninguém, a situação de Gugu Liberato na Record não é melhor que a de Ciro Gomes no PSB. As coisas só devem melhorar para eles depois que a Lua cheia acabar de transitar por Libra.

Tô fora!

De José Serra, medindo palavras, em comentário sobre a crise entre o PT e Ciro Gomes: "Sapo de fora não chia!" Isso quer dizer mais ou menos o seguinte: "Em briga de jacu, inhambu não entra!"

Deus me livre!

Nem Dionísio imaginava que a tragédia grega fosse chegar a este ponto!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.