Número 132 vai dar orientação gratuita

Considerado "epidemia" pelo Ministério da Saúde, o crack terá um serviço mais eficaz para combatê-lo. O atendimento telefônico gratuito de orientação e informação sobre drogas VivaVoz passará do 0800-5100015 - de difícil memorização - para o número 132. O prazo da mudança, porém, não foi definido. Além disso, o governo formará líderes comunitários para lidar com o problema. O Programa de Prevenção na Comunidade prevê capacitar 170 mil líderes até 2014.

RIO, O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2011 | 03h02

A ideia é, em três anos, realizar uma série de campanhas específicas para informar, orientar e prevenir a população sobre o uso do crack e de outras drogas. Todas as orientações já estão no portal Enfrentando o Crack - www.brasil.gov.br/enfrentandoocrack.

Não ficou estabelecido um canal para denúncias. Hoje, cada Estado possui canal próprio. A Polícia Militar recebe denúncias pelo telefone 190.

Injustiças. A Associação Nacional dos Defensores Públicos e a Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia também lançaram ontem um portal (www.bancodeinjusticas.org.br) com relatos de defensores públicos sobre usuários de drogas que foram tratados injustamente como traficantes. / FELIPE WERNECK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.