'Ninguém arruma solução quebrando ônibus e estação de metrô', diz Nádia Campeão

Substituindo Fernando Haddad, ela afirma que Prefeitura não vai recuar de aumento e que Movimento Passe Livre "perdeu o controle"

Artur Rodrigues,

12 Junho 2013 | 10h17

A prefeita em exercício Nádia Campeão disse que Movimento Passe Livre, que promoveu sua terceira e maior manifestação na noite de terça-feira (11), "perdeu o controle" e está "no caminho errado". À tarde, ela se reunirá com o Ministério Público para tratar, entre outros assuntos, sobre o próximo protesto, marcado para quinta-feira (13).

"Ninguém arruma solução quebrando ônibus, quebrando estação de metrô, sujando a cidade, interrompendo avenida. Por esse caminho, nós não vamos chegar em um bom resultado", disse durante vistoria ao estádio do Corinthians, em Itaquera, que sediará a Copa do Mundo.

Ela afirmou que a Polícia Militar tem coisas mais importantes a fazer do que "ficar correndo atrás de manifestante, às 11 horas da noite". Ela afirmou também que a PM tem de "adaptar a forma como faz a contenção". "Agora, o método da dispersão, de espalhar manifestantes pelo centro da cidade toda, um grupo vai para um lugar, um grupo vai para outro, então dificulta também, afirmou.

Nádia afirmou duvidar que militantes de partidos da base governista tenham aderido ao movimento. "A atitude de ao dispersar causar transtorno para a cidade seria uma coisa nova eu acredito que pouquíssimos dos movimentos que têm sido organizados na cidade vão aderir a isso", afirmou. "Eu não acredito que outros setores, outras bandeiras, outras manifestações vão se incorporar a um movimento que está descoordenado", acrescentou.

A Prefeitura não deve recuar na decisão de aumentar a tarifa de R$ 3 para R$ 3,20. A longo prazo, porém, a administração estuda alternativas para baixar a passagem por meio do imposto sobre transportes. 

O prefeito Fernando Haddad (PT) está em Paris, defendendo a candidatura de São Paulo à Expo 2020. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.