1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mulher perde o braço ao ser empurrada nos trilhos do Metrô na Sé

Marcelo Godoy, Luciano Bottini Filho e Victor Vieira - O Estado de S. Paulo

26 Fevereiro 2014 | 11h 39

Vigilante de 28 anos está internada na Santa Casa; homem que jogou a vítima fugiu e teria distúrbios mentais, segundo testemunhas

Atualizado às 15h30

SÃO PAULO - Uma mulher teve o braço direito amputado após cair nos trilhos do Metrô na Estação Sé na manhã desta terça-feira, 26. Testemunhas informaram à polícia que um homem, que aparentava ter distúrbios mentais, empurrou a encarregada Maria da Conceição de Oliveira aleatoriamente e saiu correndo com um sorriso no rosto. O caso foi registrado na Delegacia do Metropolitano (Delpom) como tentativa de homicídio.

Segundo a Santa Casa, Maria da Conceição está internada na UTI em estado estável. Ela completou 28 anos no dia do acidente, informou a família no hospital.

Maria da Conceição mora na Vila Guilherme, zona norte, e usaria a Linha 3-Vermelha no sentido Itaquera para chegar à empresa em que trabalha como atendente. "Ela disse que nasceu de novo e que o acidente foi muito feio", diz a amiga da vítima, Ana Lívia de Souza. Segundo familiares, Maria da Conceição chegou ao hospital consciente. Eles a visitaram nesta tarde na UTI da Santa casa, onde ela está em observação para novas cirurgias que a paciente deverá passar: uma na coluna cervical e outra no ombro direito.

O Metrô afirmou que o incidente ocorreu às 7h16. A circulação na Linha 3-Vermelha foi interrompida em um sentido para o resgate. De acordo com depoimento dos familiares, três usuários do Metrô entraram nos trilhos para remover a vítima. Quando viu a atendente caindo, o maquinista acionou os freios e teria ficado em estado de choque, segundo testemunhas.

De acordo com a polícia, o suspeito usava uma camiseta branca e importunou outras passageiras na fila de embarque. Imagens da câmera de segurança mostram o momento em que esse suspeito, ainda não identificado, empurra a vítima e depois foge para a rua.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo