Marcos Arcoverde/Arquivo AE
Marcos Arcoverde/Arquivo AE

MP denuncia 'Batman' por porte ilegal de armas

Ex-policial militar está na Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul

Central de Notícias,

27 Maio 2009 | 23h11

O Ministério Público denunciou à Justiça o ex-policial militar Ricardo Teixeira Cruz, conhecido como Batman, por porte ilegal de arma. Promotores do órgão concluíram que o arsenal encontrado na casa em que ele foi preso, no último dia 13, no bairro da Paciência, no Rio, é fruto de contrabando.

 

Veja também:

link  'Batman' foi transferido do Rio ao MS em avião da FAB

 

Trata-se de duas 2 pistolas Glock, 2 fuzis FAL - um deles com o brasão do Exército da Argentina, 22 carregadores para fuzil com 420 munições comuns e 14 capazes de perfurar blindagem, 20 munições calibre 9 mm e 4 granadas. Todo esse material é de uso proibido ou restrito.

 

 

Acusado de integrar a milícia Liga da Justiça, Batman fugiu em outubro do ano passado pela porta da frente do presídio Bangu 8. Após ser recapturado neste mês, ele foi levado para a Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Mais conteúdo sobre:
Batman miliciano Liga da Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.