Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Motoristas de ônibus têm aula pró-ciclistas

Motoristas de ônibus passarão por um curso de reciclagem para melhorar a convivência com ciclistas no trânsito da capital. Desde 2009, 25 ciclistas morreram em acidentes envolvendo ônibus. Ao todo, 31 mil condutores passarão pelo treinamento.

Artur Rodrigues, Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

26 Abril 2012 | 03h02

A primeira parte do projeto começou ontem, no Parque do Ibirapuera, com a presença de 60 motoristas multiplicadores de técnicas de respeito a bicicletas. Dez condutores, também ciclistas, servirão de exemplo. "Quando o motorista começa a pedalar, ele fica mais consciente, começa a enxergar o ciclista, não se importa em dividir espaço", afirma o consultor de Mobilidade André Pasqualini, responsável pelo curso.

A reciclagem envolverá atividades lúdicas e vídeos educativos nas garagens das empresas de transporte público.

Pasqualini desenvolveu um curso dado a todos os motoristas de ônibus em 2009, quando 12 ciclistas morreram em acidentes com coletivos. Em 2010, foram seis e, em 2011, quatro. Neste ano, três pessoas morreram em acidentes com ônibus.

A morte da bióloga Juliana Dias, de 33 anos, em 2 de março, na Avenida Paulista, criou grande comoção. Na tentativa de desviar de um ônibus que fazia uma ultrapassagem, ela se desequilibrou, caiu da bicicleta e foi atropelada e morta por outro. Antes, discutira com outro motorista.

A São Paulo Transporte (SPTrans) informa que a reciclagem dos motoristas seria realizada de qualquer forma. A partir do mês que vem, o motorista que fechar ou colocar ciclistas em risco será multado.

Mais conteúdo sobre:
bicicleta ciclista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.