Motorista que matou manifestante se apresentará fora de Ribeirão

Homem avançou sobre participantes de protesto e atropelou 12 na noite de quinta

Rene Moreira, O Estado de S. Paulo

21 Junho 2013 | 11h54

O motorista do carro que atropelou 12 pessoas e matou uma em Ribeirão Preto (SP), na noite desta quinta-feira (20), vai se apresentar à polícia, segundo seu advogado. Alexsandro Ichisato de Azevedo, porém, deve comparecer numa delegacia de outra cidade. A Range Rover preta que dirigia no momento do acidente foi levada para Araraquara (SP), mas policiais não confirmam que será lá sua apresentação.

O atropelamento causou a morte do jovem Marcos Delefrate, de 18 anos, que morava em Ribeirão, local onde estudava e trabalhava com máquinas agrícolas. Azevedo, que atropelou o grupo, seria dono de uma revendedora de veículos também na cidade. Sua apresentação em local e horário não informados seria como forma de garantir sua segurança.

Tudo teria ocorrido após o motorista ficar irritado com o fechamento da via e avançar sobre os manifestantes. Alguns filmaram toda a ação com celulares e o condutor fugiu para em seguida abandonar o carro perto de um condomínio de luxo. Das pessoas atropeladas, três sofreram ferimentos mais graves e duas seguem internadas.

 

 

 

As vítimas estavam na esquina da Avenida Professor João Fiúsa com a Avenida Adolfo Molina, na zona sul de Ribeirão Preto. O estudante Marcos Delefrate morreu no local com fraturas e traumatismo craniano. Ele será sepultado às 16h desta sexta-feira (21) no Cemitério Bom Pastor.

Novo protesto. Cerca de 25 mil pessoas, segundo informações da Polícia Militar, participaram do protesto em Ribeirão. E, após o atropelamento, uma nova manifestação já foi agendada. O movimento agora vai se posicionar também contra a violência, a partir das 18h30 desta sexta (21), saindo da Esplanada do Theatro Pedro II até a Avenida João Fiúsa, local em que aconteceu o acidente.

Mais conteúdo sobre:
protestos Ribeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.