1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Morte de três em prédio de alto padrão mobiliza cúpula da Segurança em SP

Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo

07 Março 2014 | 13h 00

Corpos de uma moradora, seu filho e a namorada dele foram encontrados na manhã desta sexta em City Lapa, zona oeste, após vizinhos ouvirem disparos

Atualizado às 18h18

SÃO PAULO - Três pessoas foram encontradas mortas dentro do apartamento de um condomínio de alto padrão em City Lapa, na Rua Passo da Pátria, zona oeste de São Paulo. Os corpos foram achados pela Polícia Militar às 9 horas desta sexta-feira, 7, depois que vizinhos ouviram disparos vindos de dentro do imóvel. Segundo PMs, todos foram mortos a tiros.

O caso mobilizou a cúpula da Segurança Pública do Estado. O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, o delegado Geral da Polícia Civil, Maurício Blazeck, e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Policia Civil foram ao local.

A polícia informou que os corpos são de Elaine Munhoz, pediatra, de seu filho, Giuliano Landini, de 22 anos, estudante, e da namorada dele, Mariana Marques Rodella, de 26 anos, de São José do Rio Pardo, no interior de São Paulo. Giuliano estava no 5º ano de medicina da Santa Casa. A namorada, que é sobrinha de um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), estudava na Universidade de Santo Amaro.

PMs e funcionários do prédio disseram que a mãe teria matado o filho, a nora e se matado, mas a Polícia Civil ainda não confirmou o que se passou.

A empregada da família, que correu do apartamento no momento dos disparos, está prestando depoimento nesta tarde. Vizinhos relataram que a mãe brigava constantemente com o filho, porque não queria que ele se casasse.