Morre diplomata que contraiu malária

A diplomata brasileira Milena de Oliveira Medeiros, de 35 anos, morreu ontem em Brasília, após ter contraído malária durante uma missão oficial à África em novembro. Em nota divulgada no início da noite, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, manifestou solidariedade à família, e disse que a diplomata "exerceu suas funções com grande dedicação e sentido de dever".

O Estado de S.Paulo

27 Dezembro 2011 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.