Moema perde 3.850 vagas de estacionamento

Medida vale a partir de segunda-feira em 105 vias; no mesmo dia, começam as multas

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2010 | 00h00

O bairro de Moema, na zona sul da capital, vai perder 3.850 vagas para carros na rua a partir de segunda-feira. A Prefeitura anunciou ontem a continuação de um programa de restrições ao estacionamento, iniciado em 2008, que vai atingir 105 endereços.

Em linhas gerais, ruas onde o estacionamento era permitido nos dois lados terão, agora, um lado proibido e outro permitido (com a cobrança de Zona Azul) ou terão proibição em horário comercial. Serão criadas 1.072 vagas de estacionamento rotativo.

Faixas de pano e agentes de trânsito deverão orientar os motoristas sobre a mudança, mas não haverá período de adaptação - as multas já serão aplicadas na segunda-feira, segundo a Secretaria Municipal de Transportes. A Prefeitura disse também ter instalado 1.355 placas no bairro informando as mudanças.

Em nota, a Prefeitura afirma que "pretende desafogar o trânsito nos corredores das Avenidas Ibirapuera, República do Líbano, Indianópolis e Bandeirantes com o aumento de capacidade das Alamedas dos Maracatins, Nhambiquaras e Arapanés e nas Avenidas dos Eucaliptos, Imarés e Moema/Juriti" com a adoção de mais essas restrições.

Das novas vagas na Zona Azul, 67 serão exclusivas para idosos e 32, para deficientes. Está prevista ainda a criação de nove vagas para caminhões - que serão usadas para carga e descarga - e bolsões para motociclistas.

Esta é a sexta região da capital paulista a sofrer esse tipo de restrição. Ruas dos Jardins, do Itaim-Bibi, da Vila Olímpia, ao longo das Avenidas Faria Lima e Hélio Pellegrino, e da área da Rua 25 de Março já tiveram proibições semelhantes.

Garagens.[ ] [/ ]No fim do ano passado, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) anunciou a intenção de ampliar de 33 mil para 60 mil o total de vagas de Zona Azul em São Paulo.

O plano é criar estacionamentos verticais que funcionariam com o mesmo limite de tempo (duas horas) e o mesmo preço da Zona Azul (R$ 3).

A licitação para as garagens verticais está em andamento. A promessa é construir 64 prédios, em endereços que ainda não foram divulgados.

EXEMPLOS DE RESTRIÇÕES

Proibição em horário comercial

Avenida Cotovia (entre a Rua Tuim e a Al. Jauaperi)

Avenida Moema (entre a Av. dos Jurupis e a Al. Anapurus)

Alameda dos Nhambiquaras (entre as Av. Jandira e Carinás)

Avenida Sabiá (entre a Rua Inhambú e a Al. Canário)

Avenida Rouxinol (entre a Avenida Santo Amaro e a Alameda dos Arapanés)

Proibição de um lado e Zona Azul em outro

Rua Canário (entre as Av. Juriti e Cotovia)

Avenida Miruna (entre as Alameda dos Nhambiquaras e a Alemeda Anapurus)

Rua Maturi (entre a Av. Moaci e Miruna)

Avenida Ibijaú (entre a Rua Gaivota e a Al. Jauaperi)

Avenida Macuco (entre a Rua Inhambu e a Av. Ibirapuera)

Zona Azul nos dois lados

Avenida Divino Salvador (entre as Al. Iraé e Jurupis)

Av. Min. Gabriel R. Passos (entre as Al. Jauperi e Arapanés)

Avenida Chibarás (entre as Al. Anapurus e Jurupis)

Rua Juquis (entre as Av. Jandira e Jurucê)

Avenida Bem-te-vi (entre a Av. Gaivota e a Al. Jauaperi)

Avenida Sabiá (entre a Al. dos Arapanés e Av. Ibirapuera)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.