Reginaldo Pupo/Estadão
Reginaldo Pupo/Estadão

Missa em São Sebastião lembra vítimas da 'Eterna Linha 12'

Missa de Sétimo Dia ocorreu em duas igrejas da cidade; 18 morreram e polícia ainda investiga as causas do acidente

Reginaldo Pupo, Especial para o Estado

14 Junho 2016 | 23h41

SÃO SEBASTIÃO - Familiares, parentes e amigos dos 17 estudantes universitários que morreram em um acidente com um ônibus na Rodovia Mogi-Bertioga, na quarta-feira, 8, realizaram na noite desta terça-feira, 14, duas missas de Sétimo Dia em homenagem às vítimas. As celebrações foram realizadas nas igrejas Matriz do centro e em Boiçucanga, bairro localizado na região sul da cidade, onde a maioria dos estudantes morava. O motorista do ônibus, Antonio Carlos da Silva, 37, também morreu no acidente. O ônibus tombou em uma curva no km 84 da rodovia.

Cerca de 500 pessoas participaram do culto em Boiçucanga.  Algumas pessoas tiveram que assistir ao culto do lado de fora.  Muitos familiares vestiam camisetas com fotos das vítimas estampadas, com os dizeres "Eterna Linha 12", em referência ao número da linha que os estudantes utilizavam para se deslocarem até as faculdades, em Mogi das Cruzes.

"Essa é a parte mais difícil de minha vida como padre. O que dizer? O que quero que entendam é que os entes queridos  estão no lugar da felicidade eterna. Aqui compartilhamos apenas a tristeza. E para consolar nossos corações, só nos resta a esperança da vida eterna", disse o padre Douglas Franco, durante a missa de memória. 

Um vídeo com fotos de todas as vítimas, ao som de "Coração de Estudante", de Milton Nascimento,  foi mostrado durante a missa, o que elevou o grau de comoção entre os familiares.  Alguns mal conseguiam olhar as fotos. O vídeo foi encerrado com uma salva de palmas.

"Conhecia todas as vítimas.  Muitas eram amigas de família.  Muitas conheci quando eram criança. Também peguei o ônibus durante quatro anos para ir à faculdade.  Todos se esfoçavam para se formar e ter uma qualidade de vida melhor", lamentou o professor de educação física José Reis de Jesus Silva, 35.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.