Ministério Público apurou mudança na planta dos prédios

O Condomínio Andalus esteve no meio de outra polêmica recente. Em junho de 2012, o Ministério Público abriu um inquérito para apurar uma mudança na planta, que teria sido aprovada após o Metrô ter feito estudos sobre o traçado da Linha 17-Ouro. O empreendimento recebeu o alvará de execução em 14 de novembro de 2009, antes de o traçado ser definido. O Metrô usou a planta para fazer o projeto, que foi divulgado em 2010. Nesse traçado, apenas uma pequena área de cerca de 13 metros de largura seria desapropriada. Durante o processo, houve uma mudança nas plantas, o que exigiria a desapropriação de uma torre inteira. A Cyrela informou que "não foi notificada de qualquer desapropriação nas áreas onde os edifícios estão localizados".

O Estado de S.Paulo

13 Junho 2013 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.