Ministério criará grupo para acompanhar investigação do apagão

Aneel e ONS irão apurar causas do blecaute; primeira reunião deverá acontecer na próxima terça-feira

Leonardo Goy, da Agência Estado,

13 Novembro 2009 | 18h37

O ministério de Minas e Energia vai criar um grupo de trabalho encarregado de acompanhar as investigações da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Operador Nacional do Sistema elétrico (ONS) sobre as causas do blecaute que deixou 18 Estados sem energia elétrica, na noite da última terça-feira.

 

Veja também:

linkSenado quer que PF investigue apagão

linkNovo apagão no País depende de Deus, diz Lula

link'Não é atribuição do Inpe opinar sobre energia', diz Lobão

especialOs números do apagão nos 18 Estados

especialApagão vira jogo de empurra e disputa eleitoral; veja as frases

especialO Brasil no escuro: entenda o efeito dominó do sistema

mais imagens Imagens do blecaute que atingiu o Brasil

som Procon explica como proceder em caso de prejuízos

lista Leia a cobertura completa sobre o blecaute

 

Segundo o ministério, o grupo terá também a função de propor medidas para tentar aperfeiçoar a segurança no sistema elétrico brasileiro. A primeira reunião do grupo deverá acontecer na próxima terça-feira (17).

 

O grupo será presidido pelo secretário executivo do ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, e terá ainda representantes da Aneel, do ONS, da Eletrobrás, Furnas, Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) e do Centro de Pesquisa de Energia Elétrica (Cepel) da Eletrobrás. Esses órgãos terão até a próxima terça-feira para designar quais serão seus representantes no grupo de trabalho.

Mais conteúdo sobre:
apagao2009

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.