Militar mata ex-genro ao término de missa

Um homem foi morto a tiros ontem, ao fim de uma missa na Igreja Santa Rita de Cássia, em Porto Alegre. Cerca de 300 fiéis deixavam o templo quando o militar da reserva Luís Francisco Porto, de 55 anos, disparou três vezes contra o ex-genro, o pintor José Evandro Rodrigues, de 35 anos, que morreu na hora. O atirador foi preso a cerca de cem metros do local pela Brigada Militar. Segundo a polícia, a vítima teria feito diversas ameaças à ex-mulher.

O Estado de S.Paulo

18 Março 2013 | 02h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.