Menino haitiano receberá passaporte para poder ver a mãe na Guiana Francesa

O adolescente haitiano Virgile, de 13 anos, vai receber seu passaporte e finalmente encontrar a mãe na Guiana Francesa. Segundo o Itamaraty, o documento foi enviado na tarde de ontem à Vara da Infância e da Juventude, em São Paulo. Há um mês, o Haiti informou que havia deixado o passaporte na embaixada brasileira do país.

O Estado de S.Paulo

20 Julho 2012 | 03h02

Em 2009, ele foi encontrado no metrô de São Paulo, sem documentos, após ser abandonado por traficantes internacionais de pessoas que não conseguiram extorquir dinheiro de sua mãe, Dieula Goin (foto). Agora Virgile pode pedir visto à França para ir à Guiana.

Na semana passada, a Justiça Federal decretou que lhe fosse concedida cidadania brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.