Menino ganha égua após pedir ao Papai Noel

Márcio Antonio de Oliveira, de 10 anos, tinha um pedido de Natal: ganhar um cavalo, mesmo que seja um abandonado, vítima de maus-tratos. Ele cuidaria do animal e poderia participar das cavalgadas de sua cidade, Nuporanga, no interior paulista.

RENE MOREIRA, ESPECIAL PARA O ESTADO, FRANCA (SP), O Estado de S.Paulo

24 Dezembro 2011 | 03h01

A carta do menino para o Papai Noel repercutiu no município. Até que na quarta-feira, com quatro dias de antecedência do Natal, um Papai Noel apareceu no conjunto habitacional onde Márcio vive. Acompanhado por uma comitiva de cavaleiros, o velhinho levava Nina, uma égua puro-sangue árabe, já com sela e arreio. O garoto chorou de emoção. "Foi o presente mais maravilhoso que já ganhei na vida."

O presente veio de um doador anônimo de Ribeirão Preto, a principal cidade da região de Nuporanga. "Nunca vi meu filho tão feliz assim", contou a mãe do garoto, a auxiliar administrativa da prefeitura Margareth Oliveira. Ela diz que agora vai ter de apertar o orçamento da família para dar tudo que a égua precise. "Pelos cálculos que fizemos, vamos gastar uns R$ 500 por mês."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.