Menino de nove anos morre afogado em piscina na zona leste

Criança entrou em área destinada para adultos em condomínio do Sapopemba; caso foi registrado como morte suspeita

O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2015 | 16h58

 SÃO PAULO - Um menino de nove anos morreu nesta segunda-feira, 19, após se afogar dentro de uma piscina em um condomínio no Sapopemba, na zona leste de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, a criança estava sob os cuidados da prima do pai da vítima, uma comerciante de 66 anos. Todos os dias, o garoto era deixado no local pela manhã. À noite, depois do trabalho, o pai voltava para buscá-lo.

Segundo a pasta, por volta das 17h a criança desceu para a área da piscina dos condomínios, acompanhado da comerciante. O menino ficou na piscina das crianças até a cuidadora ter que voltar para o apartamento. Ainda segundo a secretaria, a comerciante tem uma filha com uma síndrome rara e não consegue se alimentar sozinha, por isso a mulher precisou retornar para casa. 

Mas antes de sair, ela orientou o menino a ficar apenas na piscina para crianças. Testemunhas confirmaram a versão dela. Cerca de dez minutos depois de voltar para o apartamento, a comerciante recebeu um ligação no interfone e foi informada de que o garoto tinha se afogado. 

Ele chegou a ser socorrido em um hospital. Na delegacia, o pai do menino classificou como "fatalidade" o afogamento do filho. O caso foi registrado como morte suspeita. 

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Sapopemba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.