Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Massa de ar polar faz temperatura cair 10°C em São Paulo

Paulistanos terão de se contentar com tempo nublado e frio até pelo menos segunda-feira

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

23 Maio 2014 | 20h59

SÃO PAULO - As temperaturas da cidade de São Paulo tiveram redução de 10°C em apenas 24 horas, segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. No início da tarde desta quinta-feira, por volta das 14h, os termômetros chegaram a 28°C em alguns pontos da capital. Nesta sexta, no mesmo horário, a temperatura mínima marcada era de 18°C.

No fim do dia, no entanto, o extremo sul marcava 17°C, com sensação térmica de apenas 13°C. E o fim de semana promete ser de temperaturas ainda mais baixas, chegando à mínima de 12°C no domingo.

"Uma frente fria passou ontem (quinta) pelo Estado e hoje (sexta) ainda havia instabilidade, por causa da umidade vinda do mar. A influência de uma massa de ar polar mais intensa que o normal promove a queda das temperaturas", afirma o meteorologista da Climatempo Vitor Kratz.

A garoa foi insistente nesta sexta na capital paulista e perdurou o dia todo. Nas redes sociais, os paulistanos comentaram o clima. "Frio, garoa, São Paulo sendo São Paulo... Hoje o rolê é ficar debaixo das cobertas", brincou um usuário no Twitter.

Embora a massa de ar polar que se aproximou do Estado costume ser seca, outros fatores vão contribuir para que a chuva continue. "Excepcionalmente neste caso há novas áreas de instabilidade no Paraguai e em Mato Grosso do Sul que vão trazer mais chuva", diz Kratz.

Assim, os paulistanos terão de se contentar com tempo nublado e frio até pelo menos segunda-feira. De quinta até domingo, a previsão de temperatura máxima deve cair 10°C, passando de 27°C para 17°C.

Na segunda-feira ainda pode haver pancadas de chuva, mas o ar polar perde força. As temperaturas ficarão entre os 14°C e os 26°C.

Cantareira. O meteorologista diz que há previsão de chuva para o reservatório do Sistema Cantareira. "Não deve ser uma precipitação tão intensa quanto na faixa leste do Estado, mas ao menos o índice (da reserva) não deve cair até segunda. Também ajuda o fato de o sol não aparecer, porque poderia evaporar mais água. Talvez o índice até suba um pouco", ressalta.

Mais conteúdo sobre:
frio são paulo temperatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.