Mãe e filho são libertados de cativeiro na zona leste de SP

No final da noite, em patrulhamento na região da favela, os PMs encontraram as vítimas

Ricardo Valota, da Central de Notícias

17 Junho 2009 | 06h08

Depois de permanecerem por mais de quatro horas em poder de sequestradores, A.L.N., de 42 anos, e sua mãe, L.N.S., de 72, foram libertados por policiais militares do 28º Batalhão no interior da Favela do Pavão, na região de Guaianazes, zona leste de São Paulo.

 

Mãe e filho foram dominados por três bandidos, por volta das 19h30 desta terça-feira, 16, na Rua Flor de Cachimbo, e obrigados a entrar em um Santana branco dos criminosos. As vítimas foram levadas então para o cativeiro, na favela, localizada na Rua Professor Teotônio Pavão.

 

No final da noite, em patrulhamento na região da favela, os PMs desconfiaram de um adolescente ao ver o rapaz dentro do Santana, que estava parado em frente à favela e com as portas abertas. W.G.S., de 16 anos, pressionado pelos policiais, acabou confessando que o carro era roubado e que na mesma rua havia duas vítimas em um cativeiro.

 

As duas vítimas foram encontradas e libertadas ilesas. Um segundo rapaz foi detido, mas, por falta de provas, acabou sendo liberado. Os comparsas do adolescente seguem foragidos. O caso foi registrado no 44º Distrito Policial, de Guaianazes.

 

Mais conteúdo sobre:
sequestro Guaianazes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.