1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Lula e Jorge Amado estão entre os homenageados no 2° dia

RODRIGO BRANCATELLI - O Estado de S.Paulo

18 Fevereiro 2012 | 03h 00

As sete escolas da segunda noite de desfiles de SP apostam em tecnologia e em uma boa dose de emoção para animar o Anhembi

De Lula a Hans Staden, de Caetano Veloso a Jorge Amado, o segundo dia de desfiles de São Paulo vai marcar a disputa de sete escolas que colecionam 11 títulos juntas, com enredos que cobrem desde personalidades e cidades até livros, movimentos musicais e partes do corpo. Ao todo, somando as sete agremiações, serão utilizados 1.400 quilos de plumas, 2.100 metros de rendas e mais de 27.500 integrantes para tentar empolgar o público no sambódromo paulistano.

Dragões da Real. Com a responsabilidade de abrir, às 22h30, o segundo dia de desfiles e ainda impressionar o Anhembi logo na sua estreia no Grupo Especial do carnaval de São Paulo, a Dragões é uma ansiedade só. Nem o presidente da escola nem o carnavalesco quiseram conversar com a imprensa durante a semana, tudo para resolver os últimos detalhes do seu enredo Mãe, ventre da vida e essência do amor.

Tudo está sendo pensado para emocionar o público, como o carro abre-alas, um dos maiores do carnaval paulistano deste ano, que trará três esculturas com quase 55 metros de altura simbolizando a natureza. Em outro carro, mães da Sé desfilarão com fotografias dos seus filhos desaparecidos, enquanto uma outra alegoria vai reproduzir uma partida de futebol, referência às injustiçadas mães de juízes.

Pérola Negra. Logo em seguida, às 23h35, a Pérola Negra homenageará Itanhaém, segunda cidade mais antiga do País, que completa 480 anos de fundação neste ano. Segundo o carnavalesco André Machado, que ajudou a desenvolver o enredo A Pedra Que Canta Também Samba, Itanhaém Hoje A Pérola É Você, a escola da Vila Madalena vai falar sobre índios tupinambás, portugueses e padres jesuítas. Outro personagem homenageado será Hans Staden, cujo navio naufragou no litoral paulista em 1550.

"Ele foi capturado pelos índios e alimentado por oito meses para ser devorado", conta Machado. No carro que conta a história do intelectual, toda a madeira normalmente utilizada para confecção do veículo foi trocada por bambu.

Mocidade Alegre. Quase 2 mil quilômetros separam a Itanhaém da Pérola Negra da Salvador de Jorge Amado, que será homenageado pela Mocidade Alegre, a terceira escola a desfilar no sambódromo, à 0h40. Para falar do centenário do escritor e ainda tentar montar um desfile inovador, a escola deixou de lado a biografia de Jorge Amado para focar o seu enredo totalmente no livro Tenda dos Milagres, de 1969.

Como se fosse produzir um filme na avenida, a Mocidade chamou diversos atores para viver os personagens da trama e investiu em alegorias rebuscadas para reproduzir uma Salvador da primeira metade do século passado - Pedro Archanjo, o herói da história, será vivido por Nil Marcondes; Cássio Scapin vai interpretar um senhor de engenho.

Águia de Ouro. A temática cinematográfica continua no desfile da Águia de Ouro, à 1h45, que vai falar sobre a Tropicália. O cineasta Fernando Meirelles, de Cidade de Deus e O Jardineiro Fiel, será uma das estrelas e desfilará em cima de uma grua instalada no quarto carro alegórico da escola - de onde gravará o desfile, que será projetado ao vivo em uma tela montada no mesmo carro. Celebridades não devem faltar no desfile da escola, que promete ainda trazer Caetano Veloso, Tony Tornado, Cauby Peixoto e Ângela Maria.

Outro destaque será a comissão de frente, uma mistura de elementos da Bahia e dos EUA - terá até um "voo", que está sendo mantido sob segredo. A ditadura também será lembrada - uma escultura vai homenagear Vladimir Herzog, um símbolo das vítimas da repressão.

Unidos de Vila Maria. Quinta escola na avenida, a Unidos de Vila Maria vai falar, às 2h50, sobre as mãos, com um enredo que trata da criação divina ao artesanato, das novas tecnologias às artes plásticas. O grande destaque da escola deve ser o abre-alas, batizado de "A vida é um sopro do criador numa atitude repleta de amor", um verso de Gonzaguinha. Ele traz duas alegorias acopladas, com 18 anjos.

Outro ponto alto deve ser um carro que representará o poder das mãos nas comunidades virtuais. Segundo o carnavalesco Chico Spinosa, um telão na terceira alegoria vai responder em tempo real mensagens enviadas pelo Twitter.

Gaviões da Fiel. A expectativa do dia, no entanto, ficará para o desfile da Gaviões. Por volta das 4h, a escola apresentará Luiz Inácio Lula da Silva como o "filho fiel que não foge à luta", um enredo que trata do ex-presidente como síntese do brasileiro que vence na vida. Ainda é incerto se Lula aparecerá no desfile, mas diversas celebridades vão ajudar a contar a sua história - como Fabio Assunção, que será o motorista que levou Lula à cerimônia de posse, em 2003, no Rolls-Royce da Presidência.

Segundo o carnavalesco Igor Carneiro, outro destaque será um carro com as figuras de um dragão e de um anjo, que rodam entre eles - um representa a ditadura e outro, a democracia.

Tom Maior. A responsabilidade de fechar os desfiles do Grupo Especial de São Paulo vai ficar com a Tom Maior, às 5h, que pretende lembrar a esperança com o enredo Paz na Terra e aos homens de Boa Vontade. A temática é bem ampla - a escola do bairro do Sumaré vai falar de Gandhi a crimes de colarinho branco.

O carro preferido dos integrantes será o quarto a entrar, batizado de "Enfim, nossa comunidade está em paz". Nele, será mostrada uma favela e até uma Unidade de Polícia Pacificadora.

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo