Litoral paulista registra 5 mortes por afogamentos no feriado

Segundo Bombeiros, salva-vidas realizaram 117 salvamentos em toda a orla de São Paulo durante os três dias

Rejane Lima, O Estado de S. Paulo

03 Novembro 2009 | 16h18

O Corpo de Bombeiros registrou cinco mortes por afogamento no litoral paulista durante o final de semana prolongado do feriado de Finados. Duas vítimas permanecem desaparecidas. Segundo o Tenente Marcelo Medeiros, os guarda-vidas realizaram 117 salvamentos em toda a orla de São Paulo nos três dias de feriado. O número, considerado alto, é proveniente da grande quantidade de turistas que lotaram as praias nos dias de sol e calor.

 

Veja também:

linkMortes em rodovias paulistas quase triplicam no feriado

 

 "O mar estava tranquilo, mas teve correnteza, corrente de retorno, então mesmo que a pessoa saiba nadar é difícil sair da correnteza. Isso surpreende muita gente", explicou Medeiros. Entre as ocorrências graves, duas pessoas morreram no sábado, uma em Ilha Comprida, no litoral Sul, e uma em Santos, na Baixada Santista.

 

Medeiros afirma que a o caso registrado em Santos, na praia do Boqueirão, foi um afogamento secundário, pois a vítima, um homem de 60 anos, passou mal com água na altura da cintura e acabou morrendo no hospital.

 

No domingo, um idoso de 74 anos se afogou em Peruíbe, depois de ter entrado no mar e conseguido salvas duas crianças que se afogavam. As vítimas de segunda-feira continuam desaparecidas. Um rapaz de 20 anos que morava em Jandira (SP) e se afogou em São Sebastião, no litoral Norte; e um de 20 anos, de São Paulo, que desapareceu no mar de Bertioga, na Baixada Santista.

 

"Eles estão dentro do perfil de pessoas que mais se afogam: jovens do sexo masculino e da capital e do interior", completou o tenente. Os bombeiros seguem as buscas pelas vítimas.

Mais conteúdo sobre:
feriado SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.