Keiny Andrade/AE
Keiny Andrade/AE

Litoral norte de São Paulo tem 18 praias impróprias para banho

Entre as poluídas está Maresias, de acordo com levantamento da Cetesb; toda a extensão da orla está com bandeira vermelha

Reginaldo Pupo, especial para O Estado de S. Paulo

29 Janeiro 2015 | 20h57

SÃO PAULO - No litoral norte de São Paulo, 18 praias foram classificadas como impróprias para banho pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), em levantamento feito nesta semana. Entre as praias poluídas por esgoto está Maresias. Toda a orla está com bandeira vermelha.

São Sebastião tem o maior número de praias poluídas, sete: Cigarras, São Francisco, Pontal da Cruz, Deserta, Porto Grande, Paúba e Maresias. Em seguida, vem Ilhabela, com seis: Sino, Barreiro, Itaquanduba, Itaguaçu, Perequê e Portinho, que fica em um santuário ecológico. Em Caraguatatuba, são três as praias poluídas: Cocanha, Prainha e Indaiá. Já Ubatuba registra duas, Itaguá e Enseada.

A menos de 50 metros de uma bandeira vermelha, a paulistana Rochelle Alves, de 22 anos, e o filho, de 3, tomavam banho de mar na Praia do Perequê, em Ilhabela, na tarde de ontem. Ela disse que não havia percebido a bandeira vermelha. “A água está tão clarinha, limpinha, que é difícil acreditar que esteja poluída.” Em seguida, ela retirou o filho do mar e voltou para a pousada.

Chuvas. Segundo Cristina Camolez, do Setor de Águas Litorâneas da Cetesb, a grande quantidade de praias impróprias para banho é comum em janeiro por causa das chuvas. Cristina explica que elas levam para o mar esgotos clandestinos despejados nas redes pluviais. “A recomendação é que o banhista evite entrar no mar logo após as chuvas, mesmo quando a praia estiver própria para banho. A contaminação ocorre depois dos primeiros minutos de precipitação.”

Mais conteúdo sobre:
Litoral norte Maresias Cetesb praia SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.