Licitação de abrigos de ônibus é suspensa

Decisão da 8.ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo concedeu liminar para suspender o processo licitatório promovido pela empresa municipal São Paulo Obras (SPObras) para instalação, manutenção e conservação de abrigos de ônibus e totens indicativos de embarque e desembarque. O contrato de licitação é de 25 anos e o investimento previsto para instalação e manutenção de abrigos de ônibus, de R$ 540 milhões. O autor da ação popular alegou que o edital contém vícios inadmissíveis para uma licitação desse porte e põe em risco o interesse público, além de restringir o caráter competitivo da competição.

O Estado de S.Paulo

24 Julho 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.