Ladrões fazem mãe e dois filhos reféns em Moema

Duas tentativas de roubo a residências na zona sul da capital terminaram ontem com a prisão de quatro assaltantes e um morto. No primeiro caso, em Moema, uma família foi mantida refém por 40 minutos. Na Vila Sônia, dois ladrões invadiram uma casa. Um deles foi baleado por policiais militares e morreu.

, O Estado de S.Paulo

23 Abril 2010 | 00h00

Em Moema, uma administradora de empresas de 50 anos foi abordada por assaltantes ao sair da garagem. Dois deles, armados, entraram na casa; um ficou fora. A mulher e os dois filhos, de 17 e 20 anos, foram levados para dentro da casa, na Rua Iraúna. Com a chegada da Polícia Militar, os assaltantes liberaram os reféns. O trio acabou levado ao 96.º DP (Brooklin).

Na Vila Sônia, a invasão a um imóvel da Rua José Noronha durou poucos minutos. Policiais prenderam o ladrão que estava do lado de fora da casa. O comparsa dele tentou escapar, pulando para casas vizinhas, mas foi alcançado pelos PMs e atirou. No revide, foi alvejado por dois tiros no tórax e não resistiu. /JOSMAR JOZINO e ELVIS PEREIRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.