Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Kassab troca o comando de três subprefeituras de São Paulo

Prefeito aumenta a presença de coronéis da PM em postos-chave da sua gestão; apenas a subprefeitura do M’Boi Mirim continua liderada por um civil

Bruno Lupion, do estadão.com.br,

29 Dezembro 2011 | 17h24

 SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, trocou nesta quinta-feira, 29, o comando de três subprefeituras e aprofundou a nomeação de coronéis da Polícia Militar (PM) para postos-chave da administração municipal.

A subprefeitura da Lapa, na zona oeste, que era uma das últimas da cidade ainda comandadas por um civil – o economista Carlos Fernandes, presidente municipal do PPS – agora será chefiada pelo coronel da PM Ademir Aparecido Ramos.

Com a mudança, apenas a subprefeitura do M’Boi Mirim, na zona sul, continua liderada por um civil. Todas as outras 30 subprefeituras da cidade estão sob o comando de oficiais da PM.

Há expectativa de que Carlos Fernandes se candidate a vereador nas eleições de 2012, mas a exoneração nesta quinta-feira pegou de surpresa alguns funcionários de seu gabinete, que esperavam mudanças apenas no ano que vem. “Até hoje, meu projeto era ser subprefeito da Lapa. A partir de janeiro, vou avaliar as novas possibilidades. É outra etapa da vida”, afirmou Fernandes, lembrando que a prioridade de seu partido em 2012 é a campanha de Soninha à prefeitura.

Maria Antonieta Lima e Silva, presidente da Associação de Moradores da Pompeia, ironizou a nomeação de mais um militar por Kassab: “agora, vamos bater continência”. Ela espera que o novo subprefeito da Lapa “dê continuidade às promessas para a região, se não as coisas vão ficar pela metade”.

Para assumir a subprefeitura da Lapa, o coronel Ramos deixa o comando da subprefeitura de Ermelino Matarazzo, que chefiava há cinco meses, na qual será substituído pelo também coronel Antonio Sergio Palazzi, ex-assessor do Serviço Funerário Municipal.

Kassab também promoveu mudanças na subprefeitura de Perus, na zona norte. Sai o coronel Almir Gonçalves Albuquerque, que ficou cinco meses no cargo de subprefeito, e entra o coronel Eliseu Leite Moraes, ex-chefe do setor de Comunicações da Polícia Militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.