Kassab: 'Se preciso, operem no vermelho'

O recado foi dado aos sócios dos consórcios São Paulo Ambiental e Soma, contratados por R$ 2,1 bilhões com a missão de deixarem as ruas da cidade mais limpas nos próximos três anos, especialmente em 2012, ano eleitoral: "Operem no vermelho se for preciso no primeiro ano, mas deixem a cidade limpa", determinou o prefeito Gilberto Kassab (PSD) aos empresários, em encontro na semana passada.

O Estado de S.Paulo

15 Dezembro 2011 | 03h04

"Vai ser um pouco difícil esse período de transição com chuvas. Mas até o fim de janeiro toda a população já vai ter notado a diferença", garantiu ontem ao Estado o executivo de um dos consórcios. As empresas terão de apresentar ao governo pesquisas com os moradores sobre a qualidade da varrição. E Kassab avisou aos empresários que vai ler os relatórios toda segunda-feira de manhã. / D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.