Justiça nega pedido do Ministério Público para invalidar estudos da Nova Luz

A Justiça negou pedido do Ministério Público Estadual para invalidar o Estudo de Impacto Ambiental da Nova Luz - proposta do prefeito Gilberto Kassab (PSD) para revitalizar a região central. O licenciamento ambiental já está parado, pois há cerca de três semanas a Prefeitura foi proibida pela Justiça de licenciar novas obras. Mesmo assim, ação civil pedia invalidação dos estudos já feitos. Na decisão, o juiz Marcelo Sérgio, da 2.ª Vara de Fazenda Pública, diz que a Promotoria parte da premissa de que "todo empreendedor visa somente ao lucro e ocultará os impactos ambientais de seu projeto ao meio ambiente". O juiz admite que "talvez essa premissa seja realidade nacional", mas, no caso, estudos foram feitos por "profissionais qualificados", sobre "diretrizes legais".

O Estado de S.Paulo

19 Dezembro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.