Justiça decreta prisão de PMs suspeitos de sumir com jovens em Guarulhos

Rapazes, com 18 e 19 anos, desapareceram no dia 12 depois de suposta abordagem policial

Felipe Tau, O Estado de S.Paulo

26 Julho 2012 | 09h00

Atualizada às 10h58

SÃO PAULO - A Justiça Militar decretou a prisão temporária de dois policiais militares suspeitos de envolvimento no desaparecimento de dois jovens em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo. As vítimas foram vistas pela última vez na noite do dia 12, depois de uma abordagem policial em frente a uma escola.

Os Soldados Vauclério Acioly Souza e Ricardo Rodrigues, do 31º Batalhão, estão presos no Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte da cidade, onde aguardam o transcorrer das investigações. O batalhão em que atuam é o responsável pela área do Jardim Presidente Dutra, onde Caíque Eduardo de Lima, de 18 anos, e Matias Mateus Vieira do Nascimento, de 19, foram vistos pela última vez. Eles moravam no bairro.

Em nota, a PM informou que há indícios da participação dos policiais no desaparecimento, porém eles não são conclusivos. "As investigações precisam prosseguir e se aprofundar ainda mais para que possamos realizar afirmações mais precisas e próximas do que realmente ocorreu", afirmou o comunicado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.