Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Justiça dá liberdade provisória a motorista que atropelou e matou ciclista

Acidente ocorreu na Rodovia dos Imigrantes no domingo; homem participou de audiência de custódia

O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2016 | 10h23

SÃO PAULO - A Justiça concedeu liberdade provisória ao motorista que atropelou e matou um ciclista na Rodovia dos Imigrantes neste domingo, 4. Segundo o Tribunal de Justiça, ele foi liberado depois de participar de uma audiência de custódia no Fórum de São Bernardo do Campo. 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, o ciclista Valdilei Antonio Lemos, de 43 anos, trafegava pela área zebrada da pista para acessar o acostamento quando foi atingido pelo carro de Paulo Leonardo do Nascimento, de 26 anos. A vítima morreu na hora. Outro ciclista ficou levemente ferido. Nascimento foi preso em flagrante.  Segundo policiais, o motorista passou pelo teste do bafômetro, que apontou 0,46 miligramas de álcool por litro de ar - o limite é de 0,05.

De acordo com a assessoria de imprensa da Defesoria Pública do Estado, que defendeu Nascimento, o argumento apresentado para sua liberdade é de que "não havia requisitos para a prisão preventiva. A Defensoria apontou que ele prestou socorro à vítima, aguardou no local e não tinha passagens pela polícia. Se fosse condenado, segundo o órgão, Nascimento ficaria em regime aberto ou semiaberto.

Outro caso. Há dois meses, outro ciclista morreu atropelado na Imigrantes. Dorgival Francisco de Souza, de 59 anos, foi encontrado caído na pista, com um dos braços decepados, na altura do quilômetro 17,5, em Diadema.

O motorista Sérgio Meliunas, de 45 anos, fugiu sem prestar socorro, mas foi preso três dias depois. Ela afirmou à polícia que dirigia em alta velocidade porque fugia de assaltantes. Segundo sua versão, ele parou para verificar um pneu e foi abordado por bandidos em uma motocicleta, que estavam armados com uma faca.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.