Juiz teria deixado mulher gerir Fórum

O juiz de São José do Egito, a 404 km do Recife, José Francisco de Almeida Filho, foi afastado por 90 dias das funções diante de indícios de que quem mandava no Fórum era sua mulher, Maria do Socorro de Almeida. Ela não é juíza nem concursada, mas dava voz de prisão e a atendia advogados na comarca, onde teria sala própria. O juiz agora responde a processo administrativo. Ele se diz vitima de um complô. "Tudo teve origem há quatro anos, quando estava botando em dia os processos da comarca."

, O Estado de S.Paulo

28 Abril 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.