Jovem utilizava a própria residência para traficar drogas na presença dos filhos

Criminosa, de 23 anos, foi detida na zona sul de SP e tentou subornar policiais militares

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

21 Julho 2012 | 03h52

SÃO PAULO - Uma jovem de 23 anos, mãe de três crianças, foi detida em casa, por volta da 0h15 desta madrugada de sábado, 21, em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo, acusada de usar a própria residência como ponto de venda de drogas. Detida em flagrante, Natália Silva Lima ainda tentou subornar policiais militares da 4ª Companhia do 3º Batalhão oferecendo-lhes R$ 4 mil.

 

Após uma denúncia anônima, os PMs foram até a casa, localizada na esquina da Rua Adão Aranha com a Avenida Cupecê, onde encontraram Natália em frente ao imóvel. Ao ser indagada sobre a suposta prática de tráfico no local, a jovem negou e deixou os policiais entrarem no imóvel, onde estavam os filhos dela, uma menina de colo, outra de 7 anos e um garoto de 4 anos.

 

Num cômodo nos fundos da residência, foram encontrados 2,6 quilos de cocaína, meio quilo de crack, dois quilos de carbonato de cálcio (usado na preparação do entorpecente), nove celulares, 13 munições de espingarda calibre 12, uma de revólver calibre 38, uma balança digital, 738 mídias, entre DVDs e CDs, e R$ 4.700,00, dos quais R$ 4 mil foram oferecidos pela criminosa aos policiais na tentativa de se livrar do flagrante.

 

Segundo os policiais responsáveis pela prisão, Natália afirmou que os celulares, os CDs e os DVDs e as munições foram adquiridos na venda da droga a usuários que não tinham como pagar em dinheiro. A jovem não soube precisar aos policiais onde está o pai das crianças, que foram entregues pela polícia à avó materna. Natália não quis dar aos policiais o nome das pessoas que participam do esquema do tráfico, afirmando que tudo pertence somente a ela.

 

O caso foi registrado no 83º Distrito Policial, do Parque Bristol.

Mais conteúdo sobre:
Tráfico drogas cocaína crack

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.