Paula Romano
Paula Romano

Jornalista tem vestido de noiva furtado às vésperas do casamento

Ladrões levaram também documentos, computador, roupas e objetos pessoais de Paula Romano; em rede social, ela fez apelo

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2018 | 18h20

SOROCABA - A uma semana de subir ao altar, a jornalista Paula Romano, de 32 anos, teve o vestido de noiva furtado, na madrugada de sábado, 6, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Os ladrões levaram também os documentos, computador, roupas e objetos pessoais que estavam em uma mala, no carro de uma amiga, em frente a um bar, no bairro do Mangal, próximo da região central da cidade.

+++ Saiba quais são as tendências de vestidos de noiva para 2018

Paula mora no México e já se casou com o noivo mexicano naquele país, mas ambos vieram ao Brasil para fazer o casamento religioso na presença dos familiares e amigos dela.

+++ Estilista divulga fotos de vestido de noiva secreto de Marina Ruy Barbosa

A jovem relatou em rede social o drama que está vivendo. "Arrombaram o carro da minha amiga e levaram a minha mala de viagem (rosa), com roupas, objetos pessoais, incluindo meu vestido de noiva, e uma mochila (preta com flores) com notebook e documentos (passaporte, certidões, fotos). Se alguém encontrar, por favor, entra em contato comigo", escreveu.

+++ Fiorella Mattheis vende o seu vestido de noiva por 14 mil reais

A jornalista estava em um bar comemorando o aniversário de um amigo, quando soube do furto pela dona do automóvel. Ela havia tirado a mala do carro de sua mãe e colocado no veículo da amiga, com quem seguiria para o aeroporto, em Guarulhos, na Grande São Paulo, em busca do noivo, o mexicano Derik Zavala.

Com o furto, Paula foi obrigada a mudar os planos e, enquanto registrava a ocorrência no plantão da Polícia Civil, pediu à sua mãe para ir ao aeroporto.

"Quando contei ao Derik do furto, ele me deu a maior força. Aliás, todo mundo está dando a maior força para que a gente mantenha nosso plano."

O vestido levado pelos ladrões foi confeccionado no México e custou o equivalente a R$ 2 mil. Paula conta que ela e Derik estavam juntos havia dois anos e decidiram se casar. Ela fez questão de convencer o noivo a fazer a festa de casamento no Brasil. Os preparativos começaram há cinco meses.

Doações

Sem condições de refazer tudo, Paula decidiu lançar um apelo em sua página no Facebook. "Estou aceitando doações de roupas, maquiagens, essas coisas de mulher que a gente usa (pincéis, cremes, bijus, etc) porque junto com a minha mala, meu vestido de noiva, notebook e documentos, levaram praticamente tudo o que eu tinha. Se você tem algo sobrando, que não vai fazer falta, eu aceito de coração aberto."

 

O apelo deu resultado: nesta segunda-feira, 8, uma internauta ofereceu um vestido de noiva usado recentemente. À tarde, ela seguia para experimentar a roupa. "Se servir, vou ficar muito feliz e grata", disse. Depois do casamento, ela e o marido retornam para o México.

A Polícia Civil informou que busca pistas dos ladrões através de imagens de câmeras instaladas na Rua Professora Francisca de Queiroz, onde aconteceu o furto. Até a tarde desta segunda, nenhum suspeito tinha sido preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.