Jandira: tiros no carro da prefeita

A prefeita de Jandira, Anabel Sabatine (PSDB), passou parte da madrugada de ontem na delegacia. Ela chamou a segurança do condomínio onde mora, em Santana de Parnaíba, cidade vizinha, após escutar tiros na garagem. Os disparos foram feitos pelo seu namorado.

CRISTIANE BOMFIM, O Estado de S.Paulo

27 Dezembro 2011 | 03h03

Anabel assistia televisão com a filha, no quarto, quando pelo menos cinco tiros foram disparados contra o carro dela. Ao chegar ao local, os seguranças do residencial encontraram o namorado da prefeita e secretário de Planejamento e Habitação de Jandira, Francis Herman Falcão.

Em depoimento à polícia, Falcão, ex-policial militar, afirmou ter atirado depois de perceber um vulto dentro do veículo. Ele entregou a arma, uma pistola 380, para perícia. A versão da prefeita é diferente. Ela afirma ter discutido com o namorado por ciúmes poucas horas antes dos disparos. O caso foi registrado na Delegacia de Santana de Parnaíba e será investigado pela polícia.

Anabel assumiu a prefeitura em dezembro de 2010, no lugar de Braz Paschoalin (PSDB), prefeito assassinado a tiros. No dia 13 de setembro, a Câmara Municipal da cidade cassou o mandato de Sabatine por 90 dias, mas ela conseguiu liminar - em mandado de segurança - para se manter no cargo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.