Inspeção veicular reprova 3% dos veículos em São Paulo

Veículos a diesel respondem pelo maior índice de rejeição: 11%; entre motos, reprovação ficou em 9%

Elvis Pereira, estadao.com.br

01 Abril 2009 | 19h57

A inspeção veicular reprovou cerca de 3% dos 75.416 veículos verificados entre 2 de fevereiro e 31 de março deste ano. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Verde e Meio Ambiente paulistana. Os veículos a diesel respondem pelo maior índice de rejeição: 11% dos 2.424 analisados. Das 8.120 motocicletas, 9% não ganharam o selo de aprovação. O mesmo ocorreu com 2% dos 64.872 carros.

 

Veja também:

lista Tire suas dúvidas sobre a inspeção veicular

linkTabela para cálculo do IPVA 

linkSite para agendar a inspeção

linkMais informações sobre o programa 

 

Quando considerado o total de inspeções - incluindo os veículos que foram reprovados e passaram por uma nova vistoria nos postos da Controlar - o índice sobe para 6,22%. Até o momento, foram atendidos apenas veículos cujas placas terminam com os números 1 e 2.

 

Os donos de com placas com final 3 ainda podem agendar a inspeção, na qual é analisada a emissão poluentes e a situação do motor e do sistema de escapamento. Se o veículo for reprovado, seu proprietário tem 30 dias para solucionar o problema.

 

Para marcar a inspeção, o motorista deve acessar o site www.controlar.com.br. Ele terá de pagar uma taxa de R$ 52,73. O agendamento deve ser feito em até 120 dias antes da data limite de licenciamento e a inspeção, em até 90 dias da mesma data. Caso esse prazo seja desrespeitado, o motorista pode receber multa de R$ 550 e fica impedido de licenciar o veículo.

Mais conteúdo sobre:
inspeção veicular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.